Associe-se

Sem categoria

ARQ-SP disponibiliza publicações de sua nova Coleção Eventus e da Coleção Como Fazer

ARQ-SP disponibiliza publicações de sua nova Coleção Eventus e da Coleção Como Fazer   Encontram-se disponíveis para consulta e download os três primeiros volumes da nova Coleção Eventus e os dez manuais técnicos da Coleção Como Fazer, editadas pela Associação de Arquivistas de São Paulo. Veja no site:http://arqsp.org.br/biblioteca-digital-da-arq-sp/
continue reading

Manifesto DO GRUPO DE PESQUISA CNPq UFSM Ged/A contra a PLS146/2007.

Manifesto do Grupo de Pesquisa CNPq UFSM Ged/A contra o PLS nº 146/2007 O grupo de pesquisa CNPq UFSM Ged/A, responsável por desenvolver pesquisas em Gestão Arquivística de Documentos Digitais e Preservação Digital vem a público manifestar­se contra o  Projeto de Lei do Senado nº 146/2007 (PLS n° 146/2007), que dispõe sobre a digitalização e arquivamento de documentos em mídia ótica ou eletrônica, e dá outras providências,  o qual foi desarquivado e voltou a tramitar em 2015, sendo encaminhado à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJC) em 22/11/2016.  O referido projeto, em suma, propõe a equivalência de documentos digitalizados aos respectivos originais, possibilitando inclusive, que documentos originais que não sejam destinados à guarda permanente, sejam eliminados após o processo de digitalização. O que imediatamente destaca­se neste projeto, é não levar em conta uma das principais características de um documento arquivístico: ser autêntico, e portanto, ter respaldo para comprovar fatos e ações, garantir confiança das transações e decisões efetivadas pela administração pública, além de comprovar que as informações registradas não foram adulteradas. Ao se propor que se digitalize um documento, e em seguida, que o respectivo original seja eliminado, incorre em destruir a garantia de autenticidade das informações registradas, extinguindo…
continue reading

Museu Zoroastro Artiaga é reaberto ao público

O Museu Zoroastro Artiaga está reaberto à visitação publica. O local passou por restauro em sua estrutura física nos últimos meses. Os trabalhos de conservação continuam. Em estilo Art Déco, o museu foi construído em 1942 e leva o nome de seu fundador. Os objetos que constituem seu acervo refletem e demonstram aspectos da diversidade da cultura material e imaterial do Estado de Goiás. O museu fica na Praça Cívica, nº 13, no Centro de Goiânia. A unidade está funcionando em horários tradicionais, de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas, e aos sábados, domingos e feriados, das 9 às 15 horas. Mais informações: (62)3201-4675
continue reading